Como apoiar a CCI?

Versão para impressãoEnviar por email

Por que a CCI precisa de seu apoio?

A gravidade da situação enfrentada pela humanidade é cada vez mais óbvia. A economia capitalista mundial, após quatro décadas tratando de sua crise aberta, se afunda diante de nossos olhos. A perspectiva colocada pela destruição do meio ambiente aparece mais sombria a cada nova descoberta científica. Guerra, fome, repressão e corrupção formam parte da vida cotidiana de milhões de pessoas.

Ao mesmo tempo, a classe trabalhadora e outras camadas oprimidas da sociedade estão começando a resistir às exigências capitalistas de sacrifício e austeridade. Revoltas sociais, ocupações, manifestações e greves surgiram em toda uma série de países, do norte da África à Europa e da América do Norte à América do Sul.

O desenvolvimento de todos estes conflitos e contradições confirma mais que nunca a necessidade da presença ativa de uma organização de revolucionários, capaz de analisar rapidamente a evolução da situação, falar claramente com uma voz unificada por cima de fronteiras e continentes, participar diretamente nos movimentos dos explorados e contribuir no esclarecimento de seus métodos e fins.

Não é nenhum segredo que as forças que a CCI conta são extremamente limitadas comparadas com as responsabilidades enfrentadas. Estamos sendo, a nível mundial, testemunhas do surgimento de uma nova geração em busca de respostas revolucionárias diante da crise do sistema, mas é essencial para aqueles que simpatizam com as posições gerais de nossa organização entrar em contato com a CCI e contribuir para sua capacidade de intervenção e seu desenvolvimento.

Não estamos falando aqui de ingressar à nossa organização, embora mais adiante trataremos disto. Apreciamos qualquer tipo de contribuição e apoio daqueles que, de forma geral, estão de acordo com nossa política.

Como contribuir?

Primeiro, discutindo conosco. Escrevendo-nos, seja por carta, por email ou participando me nossos fóruns na internet (inglês e francês). Assistindo às nossas reuniões públicas ou às que fazemos com contatos. Colocando questões sobre nossas posições , análises, sobre a forma como escrevemos, o funcionamento da nossa página, etc.

Escreva para nossa página ou publicações, seja informando sobre atos nos quais tenha participado, de situação em seu centro de trabalho, setor ou bairro, ou com artigos mais desenvolvidos, contribuições teóricas, etc.

Ajude-nos a fazer traduções de/para diferentes línguas nas quais escrevemos: inglês, francês, espanhol, alemão, holandês, português húngaro, sueco, finlandês, russo, turco, bengali, coreano, japonês, chinês e filipino. Existe sempre muitos artigos para traduzir, incluindo alguns dos textos mais básicos de nossa organização. Se for capaz de fazer traduções para essas línguas ou outras, informe isso para nós.

Participe em nossas atividades públicas: vendendo nossa imprensa na rua, discutindo nossa imprensa ou nossos panfletos em piquetes, manifestações, ocupações. Ajude-nos a intervir em atos políticos, indo vocês mesmo a eles e defenda posições revolucionárias; contribua em discussões em fóruns da internet nos quais participamos regularmente, como www.libcom.org, ou www.revleft.com (especificamente o fórum sobre a esquerda comunista: http://www.revleft.com/vb/group.php?groupid=9), www.red-marx.com, www.kaosenlared.net , etc.

Se também conhecer alguém que esteja interessada em discutir acerca de política revolucionária e da luta de classe forme círculos de discussão, fóruns de luta de classe ou grupos similares, nos quais ficaríamos muito felizes em participar e contribuir.

Contribua com suas habilidades e recursos: fotos, recursos gráficos, conhecimentos de informática, etc.

Contribua para a superação de nossas limitadas possibilidades econômicas fazendo doações regulares, assinando nossa imprensa, pegando cópias extras para você mesmo vendê-las a conhecidos, ou para colocá-las em livrarias.

Juntar-se à CCI

Saudamos com entusiasmo as solicitações de companheiros que queiram levar seu apoio à organização a um nível mais alto ingressando nela.

Enquanto nem todos os simpatizantes ingressarão na organização, pensamos que ingressar nesta significa tomar parte na luta proletária em toda sua dimensão. O proletariado é por natureza uma classe cuja força reside em sua capacidade para a organização coletiva, e acima de tudo isto é válido para seus elementos revolucionários, que sempre buscaram se unir em organizações para defender a perspectiva comunista contra o peso da ideologia dominante. Ser membro da CCI possibilita que os companheiros participem diretamente nas reflexões e discussões que constantemente têm lugar em nossa organização e contribuir da forma mais efetiva à nossa intervenção na luta de classe. Para dar forma às análises e à política da CCI, o lugar mais útil para o militante individual é dentro dela, enquanto que para a organização como um todo, seus militantes são um recursos insubstituível que se pode contar e através do qual pode se desenvolver suas atividades em escala mundial.

Antes de se juntar à CCI, é essencial para qualquer companheiro ter uma discussão profunda sobre nossas posições políticas fundamentais, que estão ligadas de forma coerente com o marxismo e contidas em nossa plataforma (http://pt.internationalism.org/plataforma), de modo que os que ingressam na CCI o fazem por uma convicção genuína e são capazes de defender nossas posições políticas porque possuem uma compreensão real delas. Também é importante a discussão de nossos estatutos organizativos e aceitar os princípios básicos e regras que guiam nosso funcionamento: como nos organizamos de forma coletiva a nível local, nacional e internacional, o papel dos congressos e dos órgãos centrais, como conduzimos os debates internos, o que se espera de nossos membros em termos de participação na vida da organização, e outras questões. As linhas básicas contidas em nossos estatutos podem ser encontradas no texto Estrutura e funcionamento das organizações revolucionárias (http://pt.internationalism.org/ICCOline/2007/organizacoes_revolucionarias_Conferencia_Internacional).

Nesse sentido, estamos situados na tradição do partido bolchevique, que considerava um membro quem não só estava de acordo com o programa do partido, mas quem tinha a vontade de defendê-lo através de atividades da organização, e que, portanto, esteja preparado para aderir ao modo de funcionamento presente em seus estatutos.

Isto se trata de um processo que não ocorre de um dia para o outro, mas que leva tempo e paciência. Ao contrário dos grupos esquerdistas, trotskista e outros, que falsamente se revindicam como descendentes do bolchevismo, nós não buscamos “recrutar” a qualquer custo e, portanto, para acabarem sendo membros que não serão mais do que peões das manobras burocráticas da direção. Uma organização comunista real só pode florescer se seus membros possuem uma compreensão profunda de suas posições e análises e sejam capazes de tomar parte no esforço coletivo de aplicá-los e desenvolvê-los.

A política revolucionária não é um hobby: implica o compromisso intelectual e emocional para enfrentar as exigências da luta de classe. Mas tampouco é uma atividade de monges, à margem da vida e das preocupações do resto da classe trabalhadora. Não somos uma seita que busca regular cada aspecto da vida de nossos militantes, convertendo-os em fanáticos incapazes de qualquer pensamento crítico. Tampouco esperemos que cada militante seja um “expert” em todos os aspectos da teoria marxista ou que necessariamente tenha uma grande capacidade para escrever ou falar em público. Somos conscientes das diversas capacidades dos militantes em diferentes áreas. Baseamo-nos no princípio comunista de que de cada um contribua segundo seus meios, sendo a atividade coletiva a maneira de canalizar todas as energias individuais da forma mais efetiva.

A decisão de entrar em uma organização revolucionária não pode ser tomada ligeiramente às pressas. Mas ingressar na CCI significa ser parte de uma fraternidade mundial lutando para um fim comum: o único fim que realmente oferece um futuro à humanidade.

CCI, abril 2012.