O materialismo histórico e a decadência do capitalismo

Versão de impressãoSend by email

Publicamos um material relativo a uma discussão entre a Oposição Operária e a CCI sobre o Materialismo histórico e, mais
particularmente, sobre a caracterização da fase de decadência do capitalismo

[1]

.

Depois de uma primeira discussão sobre a decadência do capitalismo, que
teve lugar entre nossas duas organizações no mês de fevereiro de 2006, foi
decidido dar continuidade no seio de um âmbito teórico mais amplo, o da teoria
do materialismo histórico.
É com este objetivo que foram produzidos dois textos:

  • um texto apresentado pela CCI ("Materialismo Histórico, sucessão
    dos modos de produção e decadência do capitalismo") que consiste em uma
    apresentação: - da teoria do materialismo histórico; - da sucessão do diversos
    modos de produção até o capitalismo, caracterizando cada um, por sua fase de
    ascendência e a sua fase de decadência; - de uma caracterização mais detalhada
    da entrada do capitalismo na sua fase de decadência. Devido ao tamanho do texto
    bastante denso, um outro mais sintético foi produzido ("Materialismo
    Histórico e decadência do capitalismo – Resumido"), publicado em
    introdução do primeiro;
  • um texto, produzido por um companheiro da Oposição Operaria ("Comentários sobre O
    materialismo histórico
    de Franz
    Mehring

    [2]

    ")
    . Este texto é centrado sobre a teoria dialética do
    materialismo histórico, a explicita e comenta sobre diversos aspetos. Ao mesmo
    tempo, devido às necessidades de nosso debate, o texto faz algumas incursões
    sobre as implicações desta teoria considerando o entendimento da decadência do
    capitalismo.

A discussão continuou, utilizando este material para a reflexão. A
partir desta, pode-se concluir que existe uma convergência importante entre
nossas organizações considerando a compreensão da teoria do materialismo
histórico

[3]

. O essencial da discussão se dedicou à caracterização da
entrada do capitalismo na sua fase de decadência. Os pontos de vista que se
expressaram de maneira contraditória correspondem, globalmente, respectivamente
aos pontos de vista defendidos nas contribuições citadas acima. Houve uma
discordância considerando o método para caracterizar a entrada do capitalismo
em decadência, da qual resultam duas visões diferentes do momento em que se
iniciou esta fase: começo do século XX para a CCI, década de 70 para
companheiros da OPOP.

Após esta discussão, a CCI fez uma outra contribuição
("A Primeira Guerra mundial e a onda revolucionária mundial de 1917-23
abrem a época das guerras e das revoluções") em resposta a alguns
argumentos dos "comentários sobre
O materialismo histórico de Franz Mehring". Os argumentos desta contribuição
correspondem, no essencial, aproximativamente aos argumentos orais
desenvolvidos pela CCI na última discussão.

Concluímos a presente introdução com um chamamento
aos leitores a participarem através do envio de apreciações, perguntas,
contribuições escritas. Todas serão respondidas e eventualmente publicadas.



[1]

Esta discussão não se limita a este material.
Infelizmente não temos as condições de produzir um relatório dos debates que
tiveram lugar em diferentes cidades e momentos.

[2]

Franz Mehring (1846-1919): Um dos dirigentes e
teóricos da ala esquerda da social-democracia

[3]

Falamos somente de uma convergência, não por
conta de qualquer discordância que teria ocorrido, nem que houvesse qualquer
dúvida a propósito disso. É só que não houve bastante tempo de discussão para
poder falar de um acordo total.

Herança da Esquerda comunista: