• 1914: Primórdios da sangria

    Sáb, 14/02/2015 - 13:37

    Há 100 anos, a humanidade estava à beira do abismo, a ponto de afogar-se na sangria mais espantosa que até então a história tinha conhecido. Durante gerações depois da Grande Guerra, os anos 1914-1918 foram sinônimo de matança absurda, de desperdício abominável de vidas no horror das trincheiras. As populações atingidas por tal barbárie responsabilizaram por isso tudo os governos e as classes dirigentes.

  • Junho de 2013 no Brasil: A indignação detona a mobilização espontânea de milhões

    Dom, 08/09/2013 - 13:45
    Há mais de dois anos do despertar da chamada “Primavera Árabe”, há dois anos do movimento dos Indignados na Espanha, dos Ocuppy nos Estados Unidos… e simultaneamente com os movimentos que ainda sacodem a Turquia, em junho passado levanta-se no Brasil uma onda de manifestações que chegou a mobilizar milhões de pessoas em mais de 100 cidades, com características inéditas neste país
  • Manifestações contra o aumento dos preços das passagens: a repressão policial desencadeia fúria da juventude

    Seg, 17/06/2013 - 13:01
    Uma onda de protestos está acontecendo em grandes cidades do Brasil contra o aumento dos preços das passagens do sistema de transporte coletivo, com destaque maior para a cidade de São Paulo. É um despertar que tem reunido muitos jovens e estudantes e, em menor número, mas não ausente, um número de trabalhadores assalariados para lutar contra esse aumento num preço que vem a piorar ainda mais as condições de vida de amplas camadas da população.
  • Onda de violência no Brasil, catástrofes ao redor do mundo... expressões da decomposição do capitalismo

    Dom, 16/12/2012 - 20:32
    A onda de violências e matanças de bandidos, de policiais e de pessoas que não têm nada a ver com os conflitos entre policiais e marginais, continua sacudindo algumas cidades do Brasil. Não é nosso objetivo comentar os eventos, mas tentar colocá-los num quadro mais amplo que não diz respeito só ao Brasil, e também situá-lo em um contexto histórico além do momento atual, o da decomposição do capitalismo, a fase final deste sistema.
  • Eleições presidenciais na Venezuela - Chavismo e “oposição” contra os trabalhadores

    Qui, 27/09/2012 - 17:05
    As próximas eleições presidenciais na Venezuela, em 7 de outubro, são um momento de máxima tensão entre as facções burguesas do chavismo e da oposição.  Tanto estes últimos, como os oficialistas, puseram em funcionamento suas máquinas partidárias, para tentar mobilizar e ganhar os votos, principalmente das massas de trabalhadores.