Revolução proletária

A classe operária sujeito da revolução

O combate dos revolucionários diante da derrota da onda revolucionaria de 1917-23

Como assinalou Rosa Luxemburgo, a revolução russa foi "a primeira experiência da ditadura do proletariado na história mundial" (A revolução russa), se deve deduzir que qualquer revolução futura deverá tomar em conta esta primeira experiência e as lições que ela proporcionou.Visto que o movimento operário não tem o menor interesse em evitar a realidade dos acontecimentos, o esforço para entender essas lições deverá abraçar o conjunto do movimento revolucionário desde o seu início, para assimilar completamente o legado deixado pela revolução, que foi o resultado de anos de experiências penosas e de reflexões não menos caras.

Diante da crise mortal do capitalismo, o futuro pertence à luta de classe

Apesar de ainda não ter conseguido derrubar o capitalismo, a classe operária, já demonstrou que ela é a classe da sociedade, capaz de desafiar a dominação da burguesia para edificar uma outra sociedade.

2. As condições da revolução proletária

Toda revolução social é o ato pelo qual a classe portadora das novas relações de produção estabelece sua dominação política sobre o conjunto da sociedade. A revolução proletária não escapa a esta definição, mas suas condições e objetivos diferem fundamentalmente das revoluções do passado.
Divulgar conteúdo